ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Edição 07

    ANO III - DEZ/2016 A MAR/2017

    /

    Editorial

    Uma nova perspectiva para o saneamento

    em 15 de Dezembro de 2016

    ALEXANDRE LOPES
    Presidente do SINDCON

    A iniciativa privada está há mais de duas décadas atuando no saneamento no Brasil. Durante todo esse tempo, afirmamos nossa disposição em contribuir com o avanço do setor, a partir de parcerias, investimentos e aperfeiçoamento técnico constante.

    Em 2001, com a criação do SINDCON, essa abertura para construirmos um saneamento melhor ficou ainda mais forte. Com o SINDCON, a iniciativa privada ampliou seu engajamento com vistas à evolução tecnológica e profissional.

    E é com essa experiência que chegamos às vésperas de 2017 com muita esperança de que possamos ter grandes conquistas a partir do próximo ano. Isso porque governo e sociedade estão despertando para o fato de que, sem os recursos e a capacidade de gestão do privado, o Brasil não conseguirá superar os desafios que tem pela frente no saneamento.

    Já demonstramos nosso potencial em contribuir para a universalização dos serviços de saneamento. Tecnologia e gestão, aliadas ao respeito ao meio ambiente, são duas entre as principais ferramentas aplicadas pelas concessionárias privadas para promover esse avanço.

    Uma vitrine que abriga essas experiências positivas é, sem dúvida, o Prêmio Sustentabilidade, que agora abre suas inscrições para receber os projetos que os profissionais das concessionárias privadas estão desenvolvendo em todo o país.

    Será a segunda edição do Prêmio; na primeira, houve um número expressivo de inscrições e dezenas de projetos apresentados para a avaliação de uma Comissão Julgadora externa e de alto nível.

    Esperamos, dessa vez, superar os números apresentados pelo Prêmio Sustentabilidade em sua estreia, consolidando dessa maneira uma iniciativa que veio para colocar em evidência um pouco do que estamos fazendo de mais inovador em prol do saneamento.

    É uma felicidade termos a chance de mostrar todos esses avanços a partir do Prêmio Sustentabilidade, no momento em que a parceria entre os setores público e privado surge como forma de potencializar o avanço do setor no caminho da universalização do atendimento, na eficiência operacional e na qualidade dos serviços, fomentando a cultura da sustentabilidade nas empresas de saneamento brasileiras.

    Compartilhe: