ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Edição 12

    ANO IV – AGO A NOV/2018

    /

    Editorial

    Momento de Decisão

    em 09 de Outubro de 2018

    As eleições se aproximam. Escolheremos em breve um novo presidente, novos governadores e parlamentares que serão responsáveis pelas decisões que afetarão o futuro do país nos próximos quatro anos.

    Nunca o saneamento foi tão debatido às vésperas de uma eleição quanto agora em 2018. Prova disso foi a relevância dada ao tema no primeiro debate dos presidenciáveis, realizado no início de agosto, pela Rede Bandeirantes. O tópico “saneamento” chegou a car no quarto lugar entre os mais comentados nas redes sociais que repercutiram o debate.

    O saneamento está se tornando uma prioridade nacional, à medida em que a sociedade desperta para o fato de que o déficit de água tratada e coleta e tratamento de esgoto se prolonga há anos, afetando negativamente – e muito – a saúde pública.

    Durante o 7o ENA – Encontro Nacional das Águas –, que o SINDCON promoveu nos dias 7 e 8 de agosto, em São Paulo, tivemos a oportunidade de convidar representantes de alguns dos principais partidos políticos a apresentarem suas propostas para o saneamento. O saldo do painel – realizado em parceria com campanha #SomosMaisSaneamento – foi muito positivo.

    Essa contribuição ao debate foi um dos pontos altos do ENA, que agradou bastante aos associados que estiveram no evento. Outros destaques estão retratados nesta edição da Revista Canal, inclusive os assuntos técnicos e de gestão que foram abordados no segundo dia de Encontro.

    A capacidade das concessionárias privadas solucionarem os problemas de abastecimento e serviço nas regiões em que atuam ca cada vez mais nítida para os observadores de nosso setor. Isso ficou evidenciado nos painéis do evento, que trouxeram um pouco das experiências bem-sucedidas de nossos associados que estão ajudando a transformar o cenário do saneamento no país.

    Esperamos que essa contribuição – ainda pequena, diante de nosso potencial – possa aumentar, beneficiar mais e mais pessoas e, não menos importante, encher de orgulho todos os colaboradores das concessionárias privadas de saneamento que atuam Brasil afora. 

    ALEXANDRE LOPES
    Presidente do SINDCON

    Compartilhe: