ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Edição 12

    ANO IV – AGO A NOV/2018

    /

    Capa

    Foco na Gestão

    em 09 de Outubro de 2018

    Gestão dos prestadores de serviços públicos de água e esgoto

    O painel Satisfação dos Usuários: Eficiência e Qualidade no Atendimento foi o primeiro da sala de Gestão dos Prestadores de Serviços Públicos de Água e Esgoto. César Seara (esq. para a dir.) foi o mediador das apresentações, ao lado de Carlos Eduardo Castro e Ângela Delavalli (Águas do Brasil), William Gomes Figueiredo (Tubarão Saneamento) e Luiz Antonio de Brito Bertazzo (São Gabriel Saneamento). Castro e Ângela mostraram a busca da holding na excelência comercial com foco nas atividades comerciais e no relacionamento com os clientes.

    Painel Eficiência Operacional: Gestão e Controle de Perdas nos Serviços de Abastecimento de Água

    William da Tubarão Saneamento apresentou o hotsite “Acompanhe a Evolução das Obras”, criado para a população checar, em tempo real, o andamento das obras de saneamento na cidade. Por sua vez, Luiz Antônio, da São Gabriel Saneamento, falou da completa reestruturação do sistema de coleta e tratamento de água na cidade de São Gabriel (RS).

    Painel Eficiência Operacional: Gestão e Controle de Perdas nos Serviços de Abastecimento de Água, com Alexsandro Barral (Enops Engenharia), Roberto Correa (Veolia) e Lucas Tadeu Bergamim (Paranaguá Saneamento). Alexsandro falou sobre contratos de redução de perdas com remuneração de performance das concessionárias e ilustrou a flexibilidade das cláusulas e atribuições desses contratos. Roberto apresentou o case de sucesso do contrato com a Samae em Palhoça (SC). Por m, Lucas demonstrou o case de sucesso da Paranaguá Saneamento com a implantação de setorização, automação e gestão integrada ao combate de perdas.

    Painel Modelos Tarifários: Inovações para a Sustentabilidade

    Painel Modelos Tarifários: Inovações para a Sustentabilidade, com Rafael Castanheira Brandão (Arsae/ MG), Guilherme Checco (Instituto de Democracia e Sustentabilidade) e Stela Goldstein (Banco Mundial). Stela apresentou o modelo tarifário baseado em três instâncias: regulação (com foco em monopólio natural + serviço essencial); regulador independente versus pressão política; e a fragilidade e insegurança regulatória. Rafael demonstrou o fator de qualidade e a estrutura tarifária no esgotamento sanitário aplicado pela Arsae/MG, com incentivo à redução de perdas dos recursos hídricos e proteção dos mananciais. Guilherme destacou o saneamento como um serviço de natureza pública: “O prestador não é apenas um vendedor de água, e sim um agente que deve estimular a racionalização do uso entre a população.”

    Painel A percepção de Valor dos Serviços de Saneamento pelos Stakeholders

    Painel A Percepção de Valor dos Serviços de Saneamento pelos Stakeholders. Elisa Ribeiro (esq. para dir.) mediou os destaques das holdings Iguá Saneamento, representada pelo Eder Campos, e Aegea, representada por Fernanda Saad. Pelo Net Promoter Score (NPS), a Iguá Saneamento disponibiliza aos clientes uma ferramenta que mede a satisfação destes com o serviço prestado. A Aegea, por sua vez, investe em uni car e fortalecer a identidade da marca e suas concessionárias perante os stakeholders, e trabalha na construção de confiança junto á sociedade e aos funcionários.

    Painel Gestão de Pessoas: Como as Pesquisas de Clima Organizacional Podem Contribuir para a Eficiência da Gestão

    Painel Gestão de Pessoas: Como as Pesquisas de Clima Organizacional Podem Contribuir para a E ciência da Gestão, com Denilson Gonzaga (Iguá Saneamento), Isabela Furrier (Grupo Águas do Brasil) e Wilma Dal Col (Manpower Group). Denilson apresentou o desenvolvimento do programa de confiança como ferramenta para a gestão das pessoas da empresa; Isabela Furrier, em parceria com Wilma Dal Col, revelaram que as pesquisas de clima organizacional são ferramentas cruciais para a e ciência da gestão: “Motivação das pessoas para reter talentos, promover melhorias, diminuir doenças psicossomáticas, investir em treinamento e construir um ambiente de credibilidade.”

    Painel Sustentabilidade em Empresas de Saneamento

    Painel Sustentabilidade em Empresas de Saneamento, com Ana Carolina Szklo (Cebds), Thaynara Paschoal (BRK Ambiental), Felipe Baida (Grupo Águas do Brasil) e Dawn Fleming (WILBrasil). O Cebds trouxe o viés da sustentabilidade como oportunidade de negócio, com base no Guia sobre Economia Circular de Água (os 5 Rs): Redução, Reúso, Recuperação de recursos, Restauração e Reciclagem. A BRK apresentou seus programas de sustentabilidade e atuação socioambiental nas comunidades. O Grupo Águas do Brasil destacou o projeto Olhar Ambiental, que sistematiza, gerencia e promove ações de educação ambiental. Dawn Fleming destacou a WILBrasil, uma organização presente em mais de oito países, que desenvolve projetos para capacitar jovens perante desafios da água, e lança inovações em sustentabilidade.

     

     

     

    Compartilhe: