ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Prefeitura e Águas do Imperador abastecem comunidades afetadas pela falta de água

    22/10/2015

    Para suprir a falta de água em comunidades em locais elevados, por determinação do prefeito Rubens Bomtempo, a Águas do Imperador está realizando uma verdadeira operação de abastecimento com caminhões pipa. Apenas no período compreendido entre a última sexta-feira e sábado, (16 e 17/10), 640 mil litros de água foram injetados na rede de distribuição da parte alta da Alcobacinha, com atendimento de 70% das residências da localidade.

    “Com o agravamento da estiagem, é necessário criar mecanismos para suprir a necessidade das famílias, especialmente as que moram em locais altos. Mas é importante que todos se comprometam com a economia de água no dia a dia, evitando assim o agravamento da situação”, defendeu o prefeito Rubens Bomtempo.

    O fornecimento de água na Alcobacinha conta com uma pipa fixa, com capacidade para armazenar 30 mil litros de água, instalada em um local de fácil acesso a caminhões pipa menores.  Estes fornecem a água que é bombeada durante todo o dia para a rede da comunidade. “A parte mais alta ainda é atendida por caminhões pipa menores, mas a logística atual já diminuiu muito o fluxo de caminhões pelas ruas da comunidade, reduzindo o impacto no trânsito local”, esclareceu o presidente da Comdep, Anderson Cruzick (Kaxuxa), que fiscalizou o trabalho realizado durante o final de semana.

    Outras comunidades como a Taquara, Amazonas, Estrada da Saudade e Boa Vista, que também sofrem com a falta de água, estão sendo atendidas por 12 pipas móveis. “Nós estamos conseguindo aumentar a velocidade e a cobertura do fornecimento de água para as comunidades mais atingidas. E vamos continuar usando os caminhões pipa enquanto a estiagem persistir”, informou o Coordenador de Manutenção do Primeiro Distrito, da concessionária Águas do Imperador, Leandro Costa.

    Os resultados já estão sendo comemorados pelos moradores. Segundo a comerciante Sueli Fonseca, moradora da Alcobacinha há 27 anos, essa é a primeira vez que a comunidade sofre falta de água devido à estiagem. “Quando eu vim morar aqui, não tinha rede de abastecimento, então não tinha água. Mas falta de água por falta de chuva, é a primeira vez. Agora o abastecimento melhorou as condições de fazer as coisas em casa, como cozinhar, lavar roupa. E vamos torcer para chover um pouquinho!”

    Prefeitura reativa antigo poço para ampliar fornecimento de água

    Além do abastecimento realizado com uso de pipas móveis, a reativação de um poço artesiano desativado, na Rua Hívio Naliato, em Cascatinha, vai garantir um afluxo de mais 30 metros cúbicos de água por hora na rede que atende à localidade, incluindo os moradores da Rua Bernardo Proença e adjacências. Segundo o presidente da Comdep, Anderson Cruzick (Kaxuxa), a reativação se deve à necessidade de acrescentar volume de água durante a estiagem. Ainda contamos com outros poços como esse, que podemos colocar em funcionamento, caso haja necessidade.

    Compartilhe: