ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Números da iniciativa privada no saneamento repercutem

    29/07/2016

    Números da iniciativa privada repercutem

    A ABCON e o SINDCON lançaram, no dia 30 de junho, em São Paulo, a terceira edição do Panorama da Participação Privada no Saneamento, que trouxe, além dos dados atualizados sobre a atividade das concessionárias ligadas às entidades, um perfil de 11 Cidades Saneadas, de acordo com diversos conceitos definidos pela ABCON para identificar um município que tenha compromissos fortemente estabelecidos com a prestação dos serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

     

    Segundo a publicação, os operadores privados estão presentes hoje em 5% dos municípios brasileiros (316 cidades). O segmento é minoritário em relação às companhias públicas estaduais (70% dos municípios) e prestadoras públicas locais e microrregionais (25%). A população beneficiada direta (por meio de concessões plenas) ou indiretamente (por meio de PPP´s) pelas concessionárias privadas chega a 31,1 milhões de pessoas. São 258 contratos, e 73% dos municípios atendidos são de pequeno porte.

     

    O investimento total contratado por essas operações é de R$ 33,18 bilhões, dos quais R$ 12,57 bilhões estão previstos para serem aplicados entre 2015 e 2019. Apesar de atender direta ou indiretamente apenas 15% da população, a iniciativa privada já é responsável por 20% dos investimentos/ano no saneamento. Em 2014, as concessionárias privadas investiram R$ 2,5 bilhões, de um total de R$ 12,2 bilhões, de acordo com o SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento).

     

    A ABCON disponibilizou a todos uma versão em inglês do Panorama. Confira no site www.abconsindcon.com.br.

    Compartilhe: