ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • JURADOS DO PRÊMIO SUSTENTABILIDADE VÃO AVALIAR 44 PROJETOS

    23/04/2015

    O Prêmio Sustentabilidade 2015 encerrou sua etapa de inscrições no final de março e já está em fase de julgamento. Os vencedores serão conhecidos a partir do dia 28 de maio.

    Para avaliar os trabalhos inscritos, o SINDCON conta com um júri de especialistas altamente gabaritados. Eles terão a missão de apontar os melhores entre os 44 projetos concorrentes. A categoria Técnica foi a que recebeu mais inscrições: 23, seguida por Institucional, com 14 projetos, e Gestão, com 7. Cada uma terá um vencedor, com direito ao prêmio de R$ 15 mil.

    Estão concorrendo projetos das seguintes empresas: Ambient, Samar, Sesamm, Águas Guariroba, Prolagos, Sanessol, Esap, Águas de Andradina, Águas de Mineiros, Águas de Guará, Águas do Mirante, Águas de Nova Friburgo, Águas de Juturnaíba, Águas do Imperador , Águas do Brasil (holding), Latam Water (holding), Águas do Paraíba, Águas de Araçoiaba.

    A iniciativa lançada no ano passado pelo SINDCON pretende reforçar a  política de sustentabilidade em nosso segmento. Os jurados compraram essa ideia e estão empenhados em escolher os projetos que venham ao encontro desse objetivo. “O Prêmio valoriza o esforço das empresas em prol da sustentabilidade”, acredita o jurado Marcos Von Sperling, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

     

    Outros especialistas escalados para o júri já atuaram em premiações semelhantes, como o gerente de projetos da Eletrobras, Marcus Barreto, a diretora de projeto da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, Ambra Nobre, e a jornalista Sandra Mogami, editora da revista Hydro.

     

    Barreto acredita ser fundamental que prêmios de sustentabilidade incentivem o uso consciente de recursos como água e energia elétrica. “É gratificante encontrar, como avaliado,r ações que promovem o desenvolvimento com menos impactos ambientais”, explica ele. Ambra acrescenta que a necessidade de tornar as operações mais sustentáveis é um grande desafio.

     

    Na opinião da gerente da Caixa Econômica para financiamentos em saneamento e infraestrutura, Ludmila Felipe, prêmios como o do SINDCON estimulam a participação dos profissionais em ações sustentáveis. “Toda iniciativa nas empresas deve contar com o apoio dos colaboradores”, afirma. “Cada ação que promove a sustentabilidade, por mais simples que pareça, pode contribuir com a redução dos problemas ambientais”.

     

    A expectativa da jurada Renata Toledo, professora da USP, é que os projetos sejam “fontes de inspiração” para as concessionárias de saneamento. “Esperamos que as boas iniciativas sejam compartilhadas com outros prestadores de serviço do setor”, diz ela.

    Compartilhe: