ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Águas de Jahu conclui Estação de Tratamento de Esgoto Vila Ribeiro e alcança a universalização do saneamento

    12/08/2021

    Águas de Jahu concluiu, no início de julho, as obras de implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vila Ribeiro. Com a nova ETE, o município alcança a universalização dos serviços de saneamento e entra para um grupo muito restrito de municípios brasileiros com 100% de distribuição de água tratada e coleta, afastamento e tratamento de esgoto. De acordo com informações do último levantamento do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério de Desenvolvimento Regional, que contém os dados de 2019, de 5.570 municípios brasileiros, apenas sete haviam alcançado a universalização dos sistemas de água e esgoto – Casabranca, Boracéia, Guarantã, Iracemápolis, Rancharia, Ituverava e Piracicaba – todos no estado de São Paulo.

    A concessionária já investiu cerca de R$ 65 milhões nos sistemas de água e esgoto da cidade, desde o início da concessão, solucionando problemas de falta de água, que existiam há décadas em diversos bairros, e alcançando o índice de 100% do tratamento de esgoto, por meio das ETEs Potunduva, Pouso Alegre e Vila Ribeiro.

    O superintendente da Águas de Jahu, Ivan Mininel, destaca que a universalização do saneamento é um marco histórico para o município de Jaú. “Temos a satisfação de fazer parte diretamente desse legado para a qualidade de vida da população jauense, tendo ciência da nossa responsabilidade de continuar prestando bons serviços para a população, acompanhando o crescimento da cidade e ampliando os sistemas de água e esgoto, sempre que necessário. O saneamento é muito importante para diversos aspectos da vida dos cidadãos e da própria cidade, desde saúde, meio ambiente, desenvolvimento econômico e, principalmente, melhor qualidade de vida para todos”, finaliza Mininel.

    ETE Vila Ribeiro

    A nova ETE tem capacidade para tratar aproximadamente 130 mil litros de esgoto por dia, seguindo todos os padrões e exigências legais nos âmbitos federal, estadual e municipal. O investimento para a implantação foi de cerca de R$ 1,5 milhão.

    Todos os equipamentos necessários para o pleno funcionamento da estação são monitorados remotamente pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da concessionária. A automação da ETE permite melhor controle sobre os processos, garantindo, assim, sua eficiência e segurança operacional. Foram implantados, também, uma elevatória de esgoto bruto e 1.300 metros de rede coletora de esgoto, linha de recalque e emissário final, permitindo que todo o esgoto do bairro seja coletado e enviado à estação para tratamento.

    Fonte: Águas de Jahu

    Compartilhe: