ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Aegea Saneamento vence blocos 1 e 4 no leilão da CEDAE no Rio de Janeiro

    04/05/2021

    Companhia será a nova responsável pelo saneamento básico em 26 cidades do estado e das regiões Sul, Norte e Centro da capital

    A Aegea Saneamento, por meio do consócio formado pela companhia, Grupo Equipav, GIC (Fundo Soberano de Singapura) e Itaúsa, venceu a disputa de dois dos quatro blocos da Concorrência Pública nº01/2020, promovida pelo Estado do Rio de Janeiro com a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), realizada no dia 30 na B3. A concorrência teve como objeto a concessão plena para a prestação dos serviços de esgotamento sanitário e abastecimento de água para 35 municípios do Estado do Rio de Janeiro, que contempla a execução de obras de infraestrutura, melhorias, manutenção e operação dos sistemas, além de prever investimento de R$ 30 bilhões, nos 35 anos de contrato.

    A Aegea conquistou os blocos 1 e 4, que contemplam as regiões Sul, Norte e Centro da capital e 26 cidades do estado do Rio de Janeiro, beneficiando mais de 10 milhões de pessoas. Entre os investimentos previstos estão a destinação de R$ 2,9 bilhões para a Bacia do Rio Guandu e R$ 2,6 bilhões para a despoluição da Baía de Guanabara. O complexo lagunar da Barra da Tijuca irá receber R$ 250 milhões.

    Para Radamés Casseb, diretor-presidente da Aegea Saneamento, “a conquista reflete o novo momento da companhia, que tem se preparado nos últimos anos para levar a qualidade da prestação dos nossos serviços para outras regiões e diminuir ainda mais o déficit do saneamento no país. Hoje já atuamos em cinco municípios na Região dos Lagos, onde proporcionamos mudanças significativas e em linha com nosso propósito de promover vidas mais dignas e saudáveis e em aderência ao nosso modelo de negócios”.

    Com essa nova conquista, a Aegea Saneamento passará a operar em 153 cidades, distribuídas em 12 estados, levando toda sua experiência para atender mais de 21 milhões de pessoas, “A nossa experiência em atuar em localidades de diferentes dimensões, com um modelo de negócio transparente e ético, atrelado a nossa eficiência operacional, investimentos responsáveis e no cumprimento de metas, será fundamental para contribuir para a universalização do saneamento nestas regiões”, completa Casseb.

    A Aegea parabeniza a Cedae, o Estado do Rio de Janeiro e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES, pela iniciativa e acredita que parte da solução para levar saneamento para todos os brasileiros passa pela complementaridade e atuação integrada entre o poder público e o setor privado. Com o novo marco regulatório do saneamento, iniciativas como esta serão potencializadas, gerando novas oportunidades de investimentos em um ambiente ainda mais seguro.

    Sobre o leilão

    O leilão foi realizado na B3, em São Paulo, e contou com a participação de outros três grupos. O consórcio, formado pela Aegea, Grupo Equipav, GIC (Fundo Soberano de Singapura) e Itaúsa, ofereceu o lance de R$ 8,2 bilhões e R$ 7,2 bilhões nos blocos 1 e 4 respectivamente, e que resultou nas vitórias do consórcio.

    Entre as regiões e cidades contempladas nos blocos 1 e 4 estão 106 bairros do Centro e Zona Norte e 18 bairros da Zona Sul do Rio de Janeiro e 26 cidades do estado:Aperibé, Cachoeiras de Macacu, Saquarema, Tanguá, São Sebastião do Alto, Cambuci, Cantagalo, Casimiro de Abreu, Cordeiro, Duas Barras, Itaboraí, Itaocara, Rio Bonito, São Francisco de Itabapoana, São Gonçalo, Magé, Maricá, Miracerma, Belford Roxo, Duque de Caxias, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimado e São João de Meriti.

    Compartilhe: