ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • CAB Cuiabá garante R$ 58 milhões em investimento

    29/04/2016

    CAB Cuiabá anuncia investimento de R$ 58 milhões que deverão ser aplicados em obras de melhoramento da distribuição de água e recolhimento de esgoto na Capital. As ações tem prazo de 12 meses.

    O dinheiro é resultado de uma renegociação entre a concessionária de água e esgoto com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que inclusive é um dos acionistas da CAB por meio do BNDES Participações.

    O diretor-geral da CAB Mato Grosso, Antônio Carlos Ribas Dallalana, relata que foi realizado um aditivo no serviço de dívida realizado pela empresa para assumir a concessão em Cuiabá, cujo prazo para iniciar o pagamento seria agora em abril de 2016. A data marca os 4 anos de atuação da CAB no saneamento básico da Capital. E o débito contratual com o banco vai começar a ser pago após 12 meses.

    A medida demonstra ser estratégica já que atribui garantia de potencial econômico e viabilidade contábil à CAB, chancelada pelo principal banco de fomento do país. O fato ocorre uma semana antes do prefeito Mauro Mendes (PSB) revelar as conclusões da auditoria na qual pretende conhecer a condição financeira da concessionária.

    “Para haver a liberação do valor (R$ 58 milhões), foram necessários 4 meses de negociação e diversas auditorias pelo BNDES”, relata Antônio Dallalana. Ele explica que a manutenção do contrato com o banco só será mantido mediante preservação contratual e sem acréscimos ou mudanças extravagantes de projetos.

    Investimentos

    A maior parte dos investimentos anunciados pela CAB, R$ 23,041 milhões ou aproximadamente 39% do montante será aplicado na rede de esgoto de 10 bairros, são eles: CPA, Planalto, Novo Horizonte, Tropical Ville, Coophamil, Novo Terceiro, Jardim Universitário, Jardim Imperial e Recanto dos Pássaros.

    O montante deve garantir a reabilitação de Estações de Tratamento de Esgoto e coletores, assim como na construção de redes de coleta, com o objetivo de melhorar as condições sanitárias, ambientais e operacionais.

    Outra região que vai receber grande aporte do valor anunciado inclui bairros das bacias dos córregos 8 de Abril e Prainha, a ETE Dom Aquino e a reabilitação da Estação Elevada de Tratamento da Prainha. As obras vão beneficiar 83 mil habitantes da Capital, pois consiste na região central da cidade e, somadas equivalem a R$ 16,665 milhões.

    Outro investimento importante será a continuidade do programa de combate as perdas, que no pacote de investimentos vai incluir os sistemas de abastecimento do complexo Tijucal e Lipa. As obras nessas regiões vão custar R$ 5,080 milhões.

    Centro de Controle Operacional

    Entre as ações concretizadas pela CAB Cuiabá está o Centro de Controle Operacional (CCO). O diretor-geral da CAB Mato Grosso, Antônio Dallalana explica que o sistema foi 100% desenvolvido pela equipe da empresa em Cuiabá.

    O CCO permite monitorar toda a rede de distribuição de água e a situação em tempo real nos centros de abastecimento, tratamento e distribuição.

    “Por ora, apenas as operações de água estão sendo acompanhadas. A parte do sistema que vai acompanhar a rede de esgoto ainda está em construção”, explicou Dallalana.

    Compartilhe: