ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • CAB Ambiental investe em operação no interior do Brasil

    09/02/2017

    População de Canarana tem abastecimento ampliado graças a obras no valor de R$ 500 mil

    O município de Canarana, no interior de Mato Grosso, acaba de consolidar investimentos da ordem de R$ 500 mil com a inauguração da instalação de poço tubular para ampliação do sistema de abastecimento de água e entrega da revitalização do posto de atendimento ao usuário da CAB Canarana. Por meio desses investimentos, a concessionária de serviços de saneamento reafirma o compromisso com o desenvolvimento local sustentável.

    As obras em Canarana beneficiam diretamente a população urbana de cerca de 17 mil habitantes. O poço artesiano profundo possui 300 metros e a água captada amplia consideravelmente a capacidade de abastecimento contínuo na rede. Superando as expectativas iniciais, o poço registra a produção de mais de 88 mil litros de água por hora.

    Em paralelo à perfuração do poço, a CAB Canarana revitalizou a estrutura da Estação de Tratamento de Água, que ganhou nova pintura e sinalização. O posto de atendimento ao usuário também passou por adequações, garantindo mais conforto, um atendimento ainda melhor e acessibilidade ao cidadão.

    “Nossos esforços diários se concentram em atender a população com ampla regularidade e qualidade no abastecimento. A CAB tem um sólido compromisso com o município de Canarana, firmado há sete anos, e que se fortalece com essas importantes obras entregues à comunidade”, destaca o diretor da CAB Mato Grosso, Luis Afonso Bazzo.

    O presidente da CAB Ambiental, Otavio Silveira, observa que investimentos como os de Canarana reafirmam o foco no planejamento e na sustentabilidade das operações da companhia. “A CAB Ambiental segue avançando com investimentos nas suas operações, trabalhando em prol da universalização do acesso ao saneamento. A boa parceria com o poder público tem trazido importantes benefícios às cidades operadas por nós em Mato Grosso e Canarana é uma delas”.

    Compartilhe: