ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • Audiência no Senado discute o saneamento

    31/05/2017

    Vice-presidente da ABCON, Alexandre Lopes representou a entidade na audiência pública que aconteceu em 15 de maio no Senado Federal. O objetivo foi debater as ações do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em saneamento básico.

     

    Alexandre ressaltou a importância da complementaridade entre investimentos públicos e privados para alcançar a universalização dos serviços de água e esgoto no país. Hoje, das 25 empresas estaduais de saneamento, apenas seis têm parcerias com o setor privado, o que revela uma grande oportunidade para expandir essa colaboração. No entanto, questões como a titularidade em regiões metropolitanas continuam sendo alvo de riscos e polêmicas, impedindo o avanço das parcerias, hoje tão necessárias para que o saneamento possa avançar no país.

     

    Também presidente do SINDCON, Alexandre mostrou números atualizados do Panorama da Iniciativa Privada no Saneamento, como por exemplo, a presença em 322 municípios com 30 milhões de pessoas beneficiadas.

     

    Alexandre lembrou que o Brasil precisa investir algo em torno de R$ 380 bilhões para universalizar o saneamento básico até o ano de 2033, o que significa um aporte de mais de R$ 15 bilhões por ano no setor. Desde a publicação do Plansab – Plano Nacional de Saneamento Básico, em 2013, o Brasil não conseguiu atingir esse patamar de investimento.

     

    Conduzido pelo senador Roberto Muniz (PP-BA), o debate na Comissão de Infraestrutura da Casa mostrou que a saída para esse deficit seria uma atuação conjunta do poder público e do setor privado.
    Participaram ainda da audiência: a diretora do BNDES, Marilene Ramos; o presidente-executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos; o diretor-presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (AESBE), Roberto Cavalcanti Tavares; e o presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), Roberval Tavares de Souza.

    Compartilhe: