ÁREA DO ASSOCIADO

  • Conectar-se
  • As discussões sobre o saneamento que marcaram o 5º ENA

    17/09/2014

    Realizado pelo SINDCON com o apoio da ABCON, o 5º ENA (Encontro Nacional das Águas) começou com a assinatura das duas entidades e mais a Assemae e a Aesbe de uma Carta pelo Saneamento. O manifesto com propostas para o avanço do setor será endereçado aos presidenciáveis.

     

    A carta assinala que o “saneamento deve ser tratado como política de Estado, e não pode mais ser excluído da agenda de prioridades brasileiras”, acrescentando ainda que “água e saneamento são condições primordiais para o bem-estar de uma nação”.

     

    O manifesto prossegue com a afirmação de que “o brasileiro possui o direito inalienável de ter acesso aos serviços básicos de água potável, coleta e tratamento de esgoto”. No entender das entidades signatárias, “a busca pela segurança no abastecimento de água e proteção de nossos recursos hídricos é um imperioso tema estratégico para a agenda 2015-2018”, e “o compromisso com a saúde pública, com a inclusão social e com a preservação ambiental deve ser, portanto, uma prioridade de nossos governantes”.

    ENA_0077b

    Compartilhe: